Olá, me chamo Portugal

Olá, como vai?

Você certamente me conhece, mas não está ligando o nome à pessoa, ou ao país, como seja. Eu me chamo Portugal, ou República Portuguesa, como preferir.

Você deve estar confuso ao encarar um país que fala, mas não deveria. Afinal, você vive num mundo onde aparelhos falam, peixes falam, até políticos falam. Por que países não poderiam falar? Na verdade, não se esqueça: você a língua que fala por causa de mim.Deveriam ser muito gratos em vez de me homenagearem com piadas tão infames e injustificadas.

A verdade é que o brasileiro já mudou (e muito) a sua visão sobre mim. Não sou mais o “primo pobre” do continente europeu. Os dias cinzas ficaram no passado e, espero, continuem por lá.

Tenho visto, ultimamente, milhares de brasileiros realizando o descobrimento ao contrário. Isto mesmo! Eu descobri vocês há mais de 500 anos e, agora, são vocês que me descobrem.

Descobrem, por exemplo, que não há lugar na Europa que brasileiro seja tão bem tratado como nas terras lusitanas. É mais do que conhecimento, é reconhecimento. Em nenhum outro sítio, o brasileiro come tão bem e paga tão pouco por isso. Em qual outro lugar, me responda, será atendido na sua língua e ainda lhe falarão sobre as últimas das novelas e do futebol brasileiro? Eu lhe digo: apenas aqui! Por quê? Portugal ainda está nas suas veias e nas lembranças que você nem sabia que tinha.

Meu caro amigo e descendente, saiba que eu sou hoje um país em plena ascensão. Com estradas modernas, você poderá cruzar o território inteiro e perceber que, mesmo pequeno (O Brasil é 92 vezes maior do que eu, acredita?), não me faltam nem riquezas nem diversidades. Você quer praia? Conhece Figueira da Foz? Conhece a Madeira ou os Açores? Você quer história? Temos tanta que temos até a sua, brasileiro! Você quer Arte? Conhece o fado? Você quer esporte? Já jogou golf? Que tal as ondas de Nazaré? Você gosta de belas cidades? Temos maravilhosas e de todo o tipo. Já ouviu falar do Porto? Ou de Braga? Guimarães? Évora? Óbidos? Sintra? É um cardápio dos mais sortidos. Você curte Literatura? Aqui temos nada mais, nada menos do que Camões, Eça de Queiróz, Fernando Pessoa, Florbela Espanca, José Saramago… Que tal?  Você quer gastronomia? Aí, você está de brincadeira, amigo. Gosta de bacalhau? De pasteis de nata? Duvido que você coma tão bem em outro lugar fora do Brasil! Ah, você quer mesmo é vinho. Então…

Entendo, porém, e perfeitamente, que você queira conhecer os clássicos. Que queira visitar a França, Itália, Inglaterra… Houve uma época em que fui apenas uma ponte para estes (literalmente) lugares-comuns. Mas, devo lhe avisar que esta época também ficou no passado. Hoje, justifico ser destino único, porque, aqui, brasileiro, você sempre volta com as melhores histórias.

Sobre o Autor

Max Franco
Formado em Letras, é professor de Língua Portuguesa, língua Italiana, Literatura, Redação e Storytelling, além de Guia de Turismo. É pós-graduado em Inovação em educação e mestre em Gestão de negócios. Max Franco trabalha com educação faz 30 anos, tendo experiência internacional e em escolas e faculdades de São Paulo e Fortaleza. É autor de 7 livros, entre eles “Storytelling e suas aplicações no mundo dos negócios”, lançado pela Editora Atlas em 2015. É consultor de diversas Empresas de consultorias em São Paulo e Rio de janeiro, trabalhando sempre com o tema Storytelling. Max Franco acumula experiências de ministrar treinamentos empresas de marcas de renome nacional: Globosat, Estadão, Mauricio de Sousa Produções, Universidade corporativa Ernst Young (EYU), Inova Business School, Instituto brasileiro de formação de educadores, entre outras. Atualmente, é, também, coordenador do curso de Pós-graduação em Metodologias ativas do IBFE, além de palestrante indicado por consultorias de todo o Brasil. Livros escritos - Na corda bamba, romance, 2007; - O confessor, romance, 2008; - No fio da navalha, romance, 2009; - Palavras aladas, 2011 (Prêmio Milton Dias de melhor livro de crônicas de 2010 – Secult CE); - Palavras amargas, (Prêmio Oliveira Paiva de melhor livro de contos- SME Fortaleza); - Storytelling e suas aplicações no mundo dos negócios, Editora Atlas, 2015; - A jornada do aprendiz: storytelling e metodologias ativas, Unità Editora, 2018. - Inovação em sala de aula (Coautor), Unità Editora, 2018.

0 Comentários

Deixe seu comentário

Portugal – Bicampeão mundial do turismoAs tendências da Educação e o que podemos aprender com a Finlândia

Entre em contato






Endereço:

Av. Monte Castelo, 427

Jd. Proença – Campinas/SP

CEP 13026-240

Telefone:

(19) 3368.6955

e-Mail:

contato@educadorespelomundo.com.br